sexta-feira, 6 de maio de 2016

Das coisas que me acontecem...

Chego a casa depois de mais uma semana maravilhosa.

Não oiço miar nem tenho direito a recepção à porta. Começo a refilar e a chamar preguiçoso ao meu gato, que já nem se dá ao trabalho de me vir receber.

Vejo que a porta do quarto está fechada. E imagino o pior.

Abro a porta. O Snow está vivo: carente e esfomeado. De resto, tudo o que eu imaginei de pior, aconteceu.

Já vou em duas máquinas de roupa, um colchão lavado e virado, um edredão enfiado num saco para ir para a lavandaria amanhã.

Há lá forma melhor de acabar uma semana?...


(e pensar que era para ter ido para o Porto e nem a casa viria...)

2 comentários: