domingo, 18 de setembro de 2011

Do meu Sábado...

O meu Sábado começou cedo. Muito cedo. Mas começou bem, e continuou bem, e acabou bem.

O meu Sábado foi importante. Muito importante. Foi importante porque foi (mais) um pequeno passo na minha vida profissional. Foi (mais) um pequeno passo em direcção à certeza do que quero fazer. 

E o que eu quero fazer é comprar e vender antiguidades. E ontem, pela primeira vez, eu vendi antiguidades que tinha comprado. Ontem, pela primeira vez, eu ganhei algum dinheiro com isso. E ontem, eu fiquei com esperança de que isto até pode vir a resultar. 

O meu Sábado foi importante, foi especial, foi marcante. Não fiz fortuna, não fiz sucesso, não deixei marca, mas fiz qualquer coisa. E esse qualquer coisa faz-me acreditar que posso fazer muito mais.

4 comentários:

  1. Tem que se começar sempre por algum lado, por mais insignificante que este 1º passo possa parecer. Desejo-te sorte ;)

    ResponderEliminar
  2. O meu pai desde que se reformou [já lá vão uns 15 anos] faz da vida dele comprar e vender antiguidades! É um hobby sem o qual ele não consegue viver! Anda de feira em feira e diz que nunca se sentiu tão livre e tão feliz!

    E já nos contagiou um bocadinho a todos! Já todos sabemos reconhecer certas peças, já temos noção de valores e, acima de tudo, já aprendemos a gostar muito!
    A minha casa está recheada de pequenas relíquias que o meu pai me arranjou!
    Desde rádios antigos, a balanças de mercearia, passando por máquinas de escrever ou cadeirões!!!

    Por isso, não só compreendo a tua paixão, como te desejo IMENSA sorte!!! :)

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Dina :)

    Franksy: tenho de conhecer o teu pai1 Eheheh :) Isto é mesmo um vício e uma paixão... Muito obrigada :)

    ResponderEliminar
  4. Qualquer feira de velharias da zona centro, ele está sempre! ;)

    ResponderEliminar