quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Da recuperação activa...

Depois da Meia de Cascais, vi várias pessoas partilharem os seus treinos de recuperação activa. Treinos mais curtos. Treinos mais lentos.

Esqueçam. Domingo eu descobri a melhor recuperação activa que existe: fazer mudanças.

Depois da prova, apanhei o comboio, cheguei a casa, tomei banho e almocei. Depois de uma hora no sofá, que incluiu uma mini sesta, naturalmente, dediquei-me a encher caixas e caixotes, que depois carreguei, levei até à outra ponta da cidade, e descarreguei.

Na segunda-feira estava impecável! Só tinha uma dor na coxa esquerda, que já vinha do Peninha (e que bem me chateou durante a prova...) e as dores nos pés por causa das bolhas (que mal me permitiam calçar as botas...). Outras dores musculares? Zero.

Fica a dica: fazer mudanças, de preferência no próprio dia, é a melhor recuperação activa que podem fazer. De nada.

8 comentários:

  1. Hehehe ... vou ter um "recuperação" dessas no fim do mês. Mas deve demorar dois dias ... não faço por menos. Obrigado pela dica ...

    ResponderEliminar
  2. Eh eh eh! Que excelente forma de recuperar!
    Mudanças tem também a vantagem de deitarmos fora coisas que guardámos sem percebermos o porquê.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais! Já fomos deixar um carro quase cheio ao centro paroquial da zona com coisas para dar :)

      Um beijinho!

      Eliminar
  3. Vamos ter que mudar de casa muitas vezes??? :)
    Quer dizer, tendo em conta a minha prestação actual, posso ficar no sofá para sempre.
    Bom, ao menos depois dessas corridas todas ficaste impecável !!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai! Espero bem que não! Já não me lembrava do horror que isto era! Mil vezes provas difíceis ;)

      Eliminar
  4. Estiveste de mudanças? Pra onde foste? Manda-me msg :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para a outra ponta da cidade... Acho que ficámos ainda mais longe!

      Eliminar