quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Do ginásio... - I

Creio que corria o ano de 2011 quando eu fui ao ginásio pela última vez. Há seis anos, portanto.

A minha relação com os ginásios até aí tinha sido sempre muito intermitente e nunca muito duradoura. Sempre achei que os ginásios não eram para mim.

Mas, algures em 2016, achei que precisava de fazer algum reforço muscular, para complementar a corrida e poder evoluir. Ainda cheguei a ver ginásios, mas continuei a achar que não era para mim. Foi nessa altura que descobri os treinos funcionais ao ar livre. Treinei durante seis meses com os Outsiders Gym (que recomendo!) e, ao fim-de-semana, volta e meia ainda fazia um treino com a Fhit Unit (treinos gratuitos ao Sábado e Domingo de manhã na praia de Carcavelos - que também recomendo!). E gostava. E vivia feliz ao ar livre.

Até que me meti no Mestrado. E as coisas começaram a apertar. E em Dezembro passado fui forçada a desistir. E assim fui andando. E correndo, diga-se, nas (poucas) horas vagas.

Mas sabia que, se quero cumprir o objectivo a que me propus em Novembro, o treino de reforço muscular é importante. E, volta e meia, lá pensava nisso. 

Assim que acabou o Mestrado, decidi que era a altura certa. E, aproveitando a boleia de uma colega e amiga, inscrevi-me num ginásio.

Já fui três vezes. Em duas semanas, não é mau. E só não fui quatro porque, no estado de cansaço mental em que ando, num dos dias preparei tudo mas esqueci-me da mochila no carro. O meu ar quando, já em pleno comboio, me apercebi disso, deve ter sido maravilhoso...

Se estou a adorar? Não. Se tenho muita fé nesta relação? Não. Mas, para já, ainda não estou a detestar. Consigo ver ali algumas vantagens, consigo achar alguma piada às aulas, e tenho esperança de me entusiasmar quando começar a ver resultados.

O verdadeiro teste vai ser nas próximas duas semanas: a amiga que tem ido comigo vai estar de férias e eu vou ter de ir sozinha. Será que vou?...

O segundo teste vai ser quando mudar de emprego (e de horário), e se tornar mais difícil ter companhia para ir. Será que vou continuar a ir?...


Não percam o próximo episódio, porque eu também não!

9 comentários:

  1. As saudades que tenho das aulas de combat...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Folgo em saber que estás viva :) Já casada e com 5 filhos?

      Eliminar
  2. olha que giro ... não estou sozinho nesta luta :) ... inscrevi-me em Julho e fui 4x. Em Agosto "já" fui 1x ... vou continuar a tentar ganhar rotinas mas prevejo uma relação sem futuro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheheh! Estamos juntos! Ainda tens muitos dias para ir em Agosto :) Força!

      Eliminar
  3. Não sei porquê, o final, aliado ao resto do texto, fez-me recordar uma série de há uns 30 e tal anos atrás (sim, eu sei que já sou bué da cota) chamada Tudo em Família. Cada episódio era só confusões, trocas e baldrocas. No final ouvia-se uma voz a dizer "Confusos? Vão deixar de estar depois de verem o próximo episódio". Próximo que ainda confundia mais :)

    Mas pronto, depois de já ter divagado, desejo-te força de vontade para o ginásio (coisa que nunca tive, humildemente reconheço)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As tuas divagações são sempre bem-vindas :) Não sou desse tempo, mas confusões são a minha vida! Ahahah!

      Obrigada :)

      Eliminar
  4. Deixa o Songoku que há em ti continuar a manifestar-se. A acabares posts com essa frase, daqui a pouco estás a fazer flexões apoiando o peso do corpo num dos dedos indicadores =P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se eu conseguisse fazer flexões, apenas isso, já era feliz! Ahahahah :D

      Eliminar
  5. Tantas saudades das aulas de cycling... E de ver dois putos de 18 anos levar nas orelhas de uma das PTs por andarem a fazer exercícios de musculação à toa só para tentar impressionar as miúdas!

    E saudades das aulas de cycling, já disse isso?

    ResponderEliminar