segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Das coisas que me dizem...

Conversa com a irmã mais nova, ontem depois de jantar, em que falávamos de mim:

- Tu queres ser mãe?
- Sim.
- Então, tens de te despachar. Não podes ser uma mãe velha!
- Mas...
- Nem que arranjes um qualquer para ter um filho, não têm de ficar juntos para sempre.
- Deixa-me refazer a minha resposta...
- É que eu não te recomendo nada seres mãe velha e já não tens muito tempo!
- Mas podes ouvir-me?! Eu quero ser mãe mas num determinado contexto. Um filho para mim é um projecto a dois, que só faz sentido a dois. Não quero ter um filho só porque sim.
- Mas se queres ser mãe, podes ser mãe sozinha. Qual é o mal? Olha para nós! Nenhum dos cinco teve uma experiência normal de ter os pais juntos e casados e safámo-nos bem*.
- Sim, mas somos todos traumatizados!...
- Ok mas somos todos capazes de dar e receber amor.
- Achas?
- Bom, excepto tu.

Eu mereço.



*Somos cinco irmãos, filhos de três pais e duas mães diferentes. Uma confusão demasiado grande para explicar aqui. O que interessa: o meu pai e a minha boadrasta estão juntos há 16 anos e somos todos filhos e somos todos irmãos.

7 comentários:

  1. Já escolheste a praia certa para a afogar durante as férias? :)

    ResponderEliminar
  2. Que bom conseguir ainda ler estas palavras: "Um filho para mim é um projecto a dois, que só faz sentido a dois. Não quero ter um filho só porque sim."
    Por vezes chego a pensar que até somos entendidos como um elemento secundário na equação...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E, pelos vistos, para algumas pessoas são!... É das coisas que mais confusão me faz: a motivação das pessoas para ter um filho e o serem capazes de tudo para isso!...

      (mas o inverso também acontece!)

      Eliminar
    2. Infelizmente.
      Não ver a meios para atingir um fim. Penso ser algo deplorável.

      Eliminar
  3. Pimba, já almoçaste. :)
    Não tenhas pressa.. o teu tempo irá chegar... se não chegar.. é porque não valeu a pena :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não chegar, tenho muitos irmãos para me darem muitos sobrinhos :)

      (eu não tenho pressa, o mundo inteiro à minha volta é que tem...)

      Eliminar