quinta-feira, 10 de março de 2016

Das decisões... - II

Neste dia, decidi ficar com a dúvida. Depois disso, tive oportunidade de esclarecê-la e optei por não o fazer. Achei que era capaz de lidar com ela e de ser forte e de não querer saber. Não sou. Tenho vivido os últimos dias com esta angústia de não saber o que fazer. De não saber o que é melhor para mim. Para não me vir a arrepender no futuro, sento-me e espero que o tempo passe, e que com ele leve esta minha indecisão e baralhação mental.

Sem comentários:

Enviar um comentário