quarta-feira, 23 de março de 2016

Das coisas que a vida nos ensina...

Por muito tentador que possa ser, nem sempre é bom voltarmos aos sítios onde já fomos felizes.

Por vezes, é maravilhoso. Outras vezes, é catastrófico.

Como distinguir? Não há forma de saber.

Pelo sim, pelo não, nem sempre vale a pena arriscar. Digo eu. Os optimistas dirão que vale sempre a pena arriscar. Que o que podemos conseguir, vale todo o risco. Eu, não sendo pessimista, mas cansada de bater com a cabeça nas paredes, limito-me a dizer que nem sempre vale a pena.

Talvez amanhã pense diferente. Talvez amanhã diga que tudo o que vivemos nos faz crescer. Talvez amanhã pregue aos sete ventos que a vida é para ser vivida e que nos devemos lançar de cabeça e viver. Talvez.

Hoje? Hoje acredito que às vezes, só às vezes, é melhor não ceder aos impulsos e deixar-me quieta no meu canto. Amanhã, quem sabe?

Sem comentários:

Enviar um comentário