sábado, 1 de outubro de 2011

Das pessoas...

Regra geral, escrevo para refilar das pessoas. Mas hoje escrevo para dizer que ainda tenho esperança nas pessoas. 

Esta manhã tive a oportunidade de ajudar numa recolha da Associação EntreGatos (de onde veio a Amorazita) e, contra todas as minhas expectativas, acho que correu bem. As pessoas ajudam. Umas mais, outras menos, mas ajudam.

Talvez por ser novata nestas coisas, cada entrega sensibilizava-me muito. Parola que sou, só me apetecia agarrar-me às pessoas e abraçá-las (não o fiz, não se assustem). Mas nunca pensei sentir-me assim: tão comovida, tão tocada, tão feliz por receber um saco de areia ou de comida. Para quem oferece são dois ou três euros, para os gatos que recebem é uma esperança de vida.

E isto fez-me acreditar um bocadinho mais no Mundo e na nossa espécie. Talvez, só talvez, não sejamos assim tão maus. Porque ainda há quem páre para ajudar. Ainda há quem dê um pouco de si e do seu dinheiro para melhorar a vida dos animais. 

Ainda há esperança!...

Sem comentários:

Enviar um comentário