quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Das (ir)responsabilidades...

Há coisas que eu não consigo compreender. Coisas que mexem comigo, que me dão a volta ao cérebro e que eu não consigo compreender.

Ter-se filhos só porque sim, é uma delas.

Vivemos no século XXI e só tem filhos quem quer. Eu gostaria de acrescentar "e quem pode", mas parece que não é bem assim.

Há quem tenha filhos mesmo sem poder. E isso é algo que me faz uma confusão tremenda. Qual é o objectivo de se trazer ao mundo uma criança, sem termos a certeza de que lhe vamos poder dar tudo o que ela precisa? E não falo só de dinheiro, falo de estabilidade emocional, falo de condiões de vida, de acesso à saúde e à educação, etc. Para quê trazer ao mundo uma criança que está, à partida, destinada a estar privada de uma série de coisas a que tem direito? Não compreendo. Tento, mas não compreendo.

Acho que é de um egoísmo atroz. O desejo de se ser mãe/pai não se devia sobrepôr aos interesses da criança que vai nascer. Nunca. Ser mãe/pai é zelar sempre pelos interesses dos filhos. Se não é, devia ser.

Vou continuar a tentar compreender.

2 comentários:

  1. Já pensei nisso muitas vezes e também não consigo compreender.. Porque há pessoas que querem os filhos apenas para dizer que os tem, nada mais. Não lhes dão amor, carinho nem outras coisas relacionadas com dinheiro. É triste, mesmo muito triste. Se há coisa que me deixa mesmo de lágrima a cair, é ver uma criança mal vestida, suja, e com aquele ar de tristeza de quem não recebe amor.. Custa-me tanto!

    ResponderEliminar