terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Dos impulsos...

Acabei de ser estupidamente impulsiva. Espero não me arrepender profundamente.



Talvez 2016 seja o ano em que penso menos e ajo mais!...

3 comentários:

  1. Às vezes tem de ser, sejam quais forem as consequências.

    ResponderEliminar
  2. Temos de ser assim, por vezes. Eu perco muito por ser impulsiva com quem mais tem paciência comigo e menos impulsiva com quem mais me dá motivos para isso.

    ResponderEliminar