terça-feira, 26 de julho de 2011

Do meu trabalho...

Quando eu falo em Javali do Porto, não estou a falar do bicho. Até porque duvido que o exista no Porto.

E quando eu falo em Águia de Lisboa, também não estou a falar na Vitória.

Estou a falar em contrastes de pratas. 

Da mesma maneira que quando digo que a Leitão &  Irmão é o 512 e o Noronha da Costa o 90, não estou maluquinha de todo. Há quem decore as páginas amarelas, eu decoro listas de artistas, com nomes e números.


Eu sei que para muita gente, isto é uma grandessíssima seca (para mim também é, às vezes), mas eu gosto do que faço. Gosto de falar em pratas, e quadros, e porcelanas, e vidros. Gosto. 


Gosto mesmo. Mesmo sem emprego à vista na área para quando a bolsa terminar. Mesmo com todas as dificuldades actuais. Mesmo sem ter a certeza se vou (vamos) conseguir financiamento para fazer o projecto avançar. Mesmo sem saber nada de nada. Eu gosto mesmo disto.






 E não sei se me imagino a fazer outra coisa

3 comentários:

  1. Eu não imagino ler-te a escrever outra coisa... :)

    ResponderEliminar
  2. O que interessa é gostares mesmo muito do que fazes e quereres mesmo muito. Vais ver que vais conseguir o que queres, basta acreditares verdadeiramente.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Me: obrigada :)

    Caminhante: eu quero acreditar que sim, mas também quero manter-me realista :)

    ResponderEliminar