quarta-feira, 11 de abril de 2018

Do que aí vem... - T-Minus 11

Os dias passam a correr. Já estamos em Abril. Quase, quase no dia M. Ainda não me caiu bem a ficha, acho.

Nos próximos dias, este blogue vai ser o meu mural motivacional e inspiracional. Se não estiverem para isso, voltem daqui a duas semanas. Ou três. Que, independentemente de como corra, isto há-de dar pano para mangas.


Comecemos com um vídeo sobre as 8 fases da Maratona.



10 comentários:

  1. "Even my teeth are tired" AHAHAHAHAH

    AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

    Força Agri!

    ResponderEliminar
  2. Este cartoon está muito giro.
    Olha que já houve maratonas onde eu até aos 30 e pouco pensava "é disto é que eu gosto, é aqui que me sinto bem. Fui feito para isto!" para depois dos 35, mais lá para os 37 pensar "mas quem me manda entrar em maratonas?!? eu já devia saber que não fui feito para isto!", para depois cortar a meta todo feliz e começar logo a sonhar com a próxima! :)
    Como já te disse, é um carrossel de emoções. Não é uma frase feita, é a grande verdade, a dor é temporária mas a glória eterna!
    E tu vais sentir essa glória e ganhar um orgulho que nunca te irá largar. Eu acredito que sim! :)

    Força!!!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo como dizes... Todo um carrossel :) Mesmo quem já fez várias, nunca sabe como será a próxima... Mas acho que o desafio é mesmo esse!

      Vamos ver :) Obrigada e um beijinho!

      Eliminar
  3. Eu acho mesmo que correr uma maratona é um acto de coragem. Força nisso, acredito que vais conseguir superar. Estou é mais curiosa é para saber como foi... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coragem ou loucura? ;) Obrigada pelas tuas palavras! Eu hei-de escrever (muito) sobre isso :)

      Eliminar
  4. Video muito giro!
    Vai tudo correr bem, Agri!
    Toca a acumular energia física e mental, para o dia M.!
    Umas massagens também são capazes de ajudar!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, obrigada :)

      Curiosamente, não sinto necessidade de massagens. Já houve alturas (a treinar para meias, por exemplo), em que de facto acumulava contraturas e sentia essa necessidade. Mas parece que desta vez o meu corpo está a ser simpático comigo :)

      Um beijinho!

      Eliminar

Os devaneios Agridoces mais lidos nos últimos tempos...