sexta-feira, 5 de maio de 2017

Do Estrela Grande Trail... - I

Creio que já aqui tinha referido que em Maio tinha dois objectivos: o Trail Nabantino (aqui descrito), e o Estrela Grande Trail (na versão Estrela Ursa Minor, não se entusiasmem!).

A minha vida no trail é ainda muito curta. Foi em Janeiro que fui a primeira vez para Monsanto experimentar essa coisa estranha que era o trail. E não fiquei muito convencida. Frio, chuva, lama, as pernas a escorrer sangue (true story!), muitas dores e eu a achar que aquilo era para gente doida.

A seguir, houve todo aquele drama com o trail de Santa Maria.

Mas depois ofereceram-me estes meninos, e eu achei que era meu dever dar-lhes uma oportunidade. Oportunidade essa que nunca mais surgia, entre faculdade, trabalho, e treinos e provas de estrada.

Até que, no final de Março, de forma absolutamente inesperada, surge a oportunidade de participar nos II Trilhos de Belas, e lá fui eu

E depois foi o Cork. E eu comecei a achar piada à coisa.

Já andava em cima da mesa a possibilidade de ir ao Estrela Grande Trail, parecia-me uma prova gira, com paisagens incríveis, com os nomes das provas mais amorosos de sempre, e num sítio emblemático do nosso país. Mas eu, pessoa super inteligente, estava com algum receio e não me inscrevi logo. Tinha decidido que queria fazer primeiro o Trail Nabantino, a minha estreia nos 15km, e depois logo tomava a decisão final.

O problema? Sexta-feira à noite vejo um post no Facebook a dizer que as inscrições para o Estrela Grande Trail tinham esgotado. Acho que o meu coração parou um bocadinho. Então mas eu andava a mentalizar-me, e agora não ia conseguir ir? Mas... Mas... Mas eu já tinha tudo marcado! Mas... Não podia ser... Enviei logo um e-mail para a organização, a assumir o meu disparate e a pedir por tudo que, caso houvesse uma desistência, contassem comigo! 

Portanto, passei de "não sei se quero ir e se estou preparada, deixa cá ver como corre o outro", para "por faaaaavoooor, arranjem-me uma inscrição!", em menos de cinco minutos. Já falei na bipolaridade da corrida, não já?

Como passei o fim-de-semana no fim do mundo, onde 90% do tempo mal tinha rede no telemóvel, os meus emails ficaram pendurados e só na 3ª feira quando regressei à cidade é que vi que tinha resposta. E havia esperança. Email para cá, email para lá, e quarta-feira ao fim do dia tive, finalmente, a confirmação da minha inscrição! E fiquei mesmo contente!

Sei que vai ser uma prova dura, sei que me vai custar horrores, sei que tenho 15 dias para me preparar, sei que não vai ter nada a ver com o que fiz anteriormente, mas também sei que vai ser uma prova espectacular e que vou adorar!


3 comentários: