sábado, 24 de dezembro de 2016

Das cartas que eu escrevo...

Querido Pai Natal,

Eu sei que é em cima da hora, mas os últimos tempos têm sido muito agitados e só agora te consegui escrever.

Mas não te preocupes que o meu pedido é muito simples (ou não, mas tu lá saberás...).

Este Natal não quero roupas, não quero sapatos, não quero jóias, não quero livros, não quero sequer chocolates. A única coisa que eu quero este Natal é a certeza de que daqui a um ano as minhas pessoas continuarão à minha volta. Só isso. Só o poder passar mais um ano com todas as pessoas que me são mais importantes. Mais nada.

Obrigada,

Agridoce

4 comentários: