quinta-feira, 23 de junho de 2016

Dos sugadores de energia positiva...

Sabem aquelas pessoas que só sabem falar dos seus problemas?

Aquelas pessoas para quem tudo na vida é um drama?

Aquelas pessoas que estão tão ocupadas a falar de si mesmas e dos seus problemas, que se esquecem que os outros também têm vidas e, talvez, também problemas?

Aquelas pessoas que se queixam e queixam?

Aquelas pessoas que conseguem sugar toda e qualquer energia positiva que tenhamos em nós, por tanto se queixarem?



Às vezes, quando me deparo com uma destas pessoas, ponho-me a pensar e tenho medo de ser também uma delas.

14 comentários:

  1. Eu afasto-me automaticamente dessas pessoas, porque eu sou o oposto e detesto ouvir lamurias constantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também me afasto dessas pessoas... O meu medo é que, por vezes, eu seja uma delas!...

      Eliminar
  2. Não és certamente uma dessas pessoas. Repara que és Agridoce, portanto para além dos problemas também tens todo um lado positivo e alegre que partilhas com quem te rodeia. Não será por acaso que a palavra "disparates" é uma das etiquetas em destaque aqui no blog. ;)

    ResponderEliminar
  3. Não me parece que sejas, mas se te ocorre que possas ser, reflete e muda o que achas que podes/deves! :)

    ResponderEliminar
  4. Concordo com o N., Agridoce.
    Aliás, para quem visitar o teu blog, bem vê que tens alguns problemas (como toda a gente) mas também tens muitas alegrias e partilhas isso connosco :)
    Portanto, suponho que na tua vida real também haja esse equilíbrio ;)

    ResponderEliminar
  5. Se te referes ao que aqui fazes, não me parece que seja o caso. Todos temos problemas e tu vês na escrita um meio para exorcizar demónios. Tal como é voluntário o acto de ler, a decisão de vir aqui é exclusiva de cada um. Quem não gosta, tem bom remédio. Simples, darling. Não te preocupes com isso ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, pelo menos no que toca ao blogue, só me atura quem quer!... Mas isso não quer dizer que não me preocupe com o que aqui escrevo e com os meus queixumes :)

      Eliminar
  6. Desconfio que me estou a transformar numa dessas pessoas por não conseguir lidar com tudo o que me tem acontecido. Mas é um bocado triste as pessoas afastarem-se por não terem paciência... a minha avó sempre me disse "ninguém se queixa sem lhe doer", e é verdade.
    Essa gente que se afasta é a mesma que se lamenta quando a pessoa de quem se afastou se suicida e "oh, ups, nem me apercebi de nada...!". Não serão as lamúrias pedidos de ajuda, em muitos casos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos nós temos o direito de nos queixar quando nos dói... A questão aqui são aquelas pessoas que se queixam de tudo, o tempo todo, e se esquecem de olhar à sua volta... Não acredita que tu ignores os problemas de quem te rodeias, só por que estás numa fase mais difícil!

      Eliminar
    2. Eu tenho um defeito meio estranho. Quando as pessoas são realmente importantes para mim, tenho tendência a viver os problemas delas como se fossem meus. Acho que às vezes até me esqueço de mim.
      Mas foi como escrevi - e sim, isto foi um ponto de partida, mas volto a dizer que não foi para te atacar. Conheço gente que se queixa de tudoooooo, só porque é mais feliz com ar de mal fodida. Mas também já me senti "abandonada" por estar numa fase mais sombria, menos alegre.
      Era mais a isso que me referia :p

      Eliminar
    3. Essa sensação de abandono, que surge em algumas alturas mais difíceis, é óptimo para fazer uma triagem de quem realmente importa. Quando há uns meses passei por uma situação deveras complicada, percebi muito bem quem são realmente as minhas pessoas. E, por mais que custe, é muito bom!

      Eliminar