terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Das coisas que me intrigam...

Duas questões logo pela manhã:

- ouvi na rádio que, segundo um estudo da DECO, um terço dos condutores não respeita os limites de velocidade. Oi? Só um terço? Eu não sei, mas nas pessoas que eu conheço, é bem mais de um terço quem não respeita os limites. E incluo-me no lote.

- como é que há quem tenha paciência para levar o carro todos os dias para Lisboa, suportando uma hora (no mínimo) de trânsito logo pela manhã? Como, Senhores? Eu hoje tive de trazer o carro para o levar à peritagem e, sinceramente, se tivesse de fazer isto todos os dias, dava em doida. Adoro morar na Linha, mas também adoro vir no comboio a ler e a ver o mar. É a diferença entre começar o dia tranquila e em harmonia, ou começar o dia com vontade de matar pessoas.

4 comentários:

  1. Um terço? pois é mais certo dois terços, sem grandes duvidas. Passo todos os dias na Ponte Vasco da Gama, vou de autocarro. Aquilo é uma pista para corridas.Também não tenho paciência para aturar o transito, prefiro vir a ler ou até dormir. O dia começa maaaais tranquilo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sou pessoa de acelerar mas ainda hoje vinha na Marginal e há zonas em que o limite é 50 e eu, confesso, não respeito... Mesmo na Vasco da Gama, não é preciso virmos a fazer corridas e facilmente ultrapassamos os limites!...

      Mil vezes começar o dia em paz :)

      Eliminar
  2. A marginal tem muitos vermelhos e rotundas e acabo sempre por chegar atrasada, mas a A5 ainda que corra mal de manhã, poupa-me imenso tempo ao fim do dia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que a A5 de manhã é pior, pelo menos, à hora a que eu venho. Ao fim do dia, se vier cedo, acaba por ser uma boa opção. Mas não deixa de ser de loucos!...

      Eliminar