quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Das minhas noites...

Ontem deitei-me relativamente cedo. Deviam ser umas onze e meia quando apaguei a luz. Achava eu que, depois de duas noites demasiado curtas e do regresso ao trabalho, havia de conseguir dormir. Pois que não. Eram quatro da manhã e estava acordadíssima. Andei às voltas na cama e consegui adormecer mais um bocado. Até às seis. Fantástico.

Pelo meio, ainda consegui ter um pesadelo. Um pesadelo com aquele que é um dos meus únicos medos actuais. E que me fez acordar sem ar.

Sim, tenho tido umas noites maravilhosas.

2 comentários:

  1. Também me tem custado imenso a adormecer. Hoje estive bem mais que duas horas para conseguir. A sorte é que estou de férias.

    ResponderEliminar