quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Dos boicotes...

Boicotamos-nos. Todos. Todos os dias.

Boicotamos-nos quando dizemos que são só mais cinco minutos na cama.

Boicotamos-nos quando dizemos que é só mais uma bolacha.

Boicotamos-nos quando dizemos que começamos a dieta na próxima segunda-feira.

Boicotamos-nos quando dizemos que no próximo mês é que vamos começar o ginásio.

Boicotamos-nos quando não saímos do sofá e não desligamos a televisão.

Boicotamos-nos quando nos queixamos do trabalho e dizemos que temos de começar a enviar curriculums.

Boicotamos-nos quando nos queixamos da falta de tempo.

Boicotamos-nos quando baixamos os braços, quando nos deixamos levar pela correria do dia-a-dia, quando deixamos os planos e os sonhos para depois. Nada é impossível. Tudo se consegue. O nosso pior inimigo somos nós mesmos. Não é o mundo que nos dificulta a vida e conspira maleficamente contra nós. Não. Somos nós que nos dificultamos a vida. Somos nós que não a vivemos. Até ser tarde demais.

5 comentários:

  1. Post demasiado violento para o estado da minha psique hoje...Mas tudo verdade. Revejo-me.

    ResponderEliminar
  2. Demasiado verdade, infelizmente. Culpada!

    ResponderEliminar
  3. Eu boicoto-me muito todos os dias!! Força!

    ResponderEliminar
  4. Exactamente. O que significa que algumas coisas estão nas nossas mãos. Força.

    ResponderEliminar