terça-feira, 6 de outubro de 2015

Do que eu gostava...

Gostava de conseguir pôr em palavras aquilo que sinto.

Não consigo. Não tenho esse dom. Duvido que algum dia venha a ter.

Gostava de conseguir descrever a falta de ar, o aperto no estômago, a sensação de vertigem.

Não consigo. É demasiado avassalador.

Gostava de conseguir escrever. Gostava de conseguir falar, somente.

Não consigo. É demasiado eu.

Gostava de não ser esta acumuladora de resíduos que guarda tudo cá dentro.

Não consigo. São resíduos, mas são meus.

Gostava de não ter a certeza que, mais tarde ou mais cedo, vou explodir.

Não consigo. Sei que é tão certo como o Sol nascer amanhã.

Gostava de parar de divagar e começar a viver.

Não consigo. Não hoje. Talvez amanhã.


2 comentários:

  1. Pede ajuda! Fala com alguém especializado. Cria outro blogue e fala de tudo. Precisas de ir pondo cá para fora!

    ResponderEliminar