sábado, 31 de outubro de 2015

Das coisas de que me arrependo...- II

A propósito de um post anterior, sobre o fim do anonimato total deste blogue, achei curioso perceber que muita gente sofre do mesmo mal.

Sugeriram-me criar outro. Sim, é uma opção. Aqui há uns anos, já eu tinha este blogue, passei por duas fases: numa delas, regressei ao meu cantinho no Livejournal, que continuará sempre lá à minha espera, na outra, particularmente dark and twisted, criei outro blogue onde escrevi alguns textos. Textos esses que acabei por apagar por serem mesmo algo que preferia não recordar.

Já me passou pela cabeça criar outro blogue. Mas isso implicava fechar este. E a verdade é que este blogue, ainda que pequeno e discreto, me trouxe muitas coisas boas e, sobretudo, muitas pessoas boas! Curiosa esta coisa de conhecermos pessoas virtualmente e, em alguns casos, as trazermos para a nossa vida real. Curiosa esta relação que há para lá do blogue, em trocas de comentários, em mails, via Facebook.

E a verdade é que não quero perder isso. E também sei que, se mal aguento um blogue, dois seria impossível. E também não me apetece voltar ao Livejournal. Mais ainda do que aqui, no Livejournal estão pessoas que acompanho desde 2000/2001 e algumas acompanham a minha vida real, o que também não me permite escrever com liberdade total.

Aqui o que me assusta é não saber quem me lê. De todo. Aqui há uns tempos (uns anos?) lembro-me de deixar o desafio a quem me lesse de se acusar. Obtive pouquíssimas respostas face ao número de visualizações diárias do blogue. É assustador. Claro que eu consigo identificar 10/15 pessoas que deduzo que venham cá regularmente. Mas na maioria dos dias as visualizações do blogue são 10 vezes isso. Quem são as outras pessoas?

Continuarei com estas dúvidas. Continuarei a ponderar os destinos do blogue. Até lá, continuarei a escrever. Uns dias mais, outros menos. Uns textos mais censurados, outros menos. Uns textos mais lógicos, outros mais enigmáticos e sem sentido. Uns textos mais irrelevantes, outros de que talvez me arrependa no futuro.


Agora vou levantar o rabo da poltrona e vou correr. Coisa que não faço há mais de um mês. Vai correr bem, portanto.

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não precisas nada de fechar este. Fazes o outro para desabafar, para escreveres o que não queres que ninguém conhecido leia e manténs este com o registo que te caracteriza. Bem there, done that, correu tudo bem.

      Eliminar
    2. Eu mal consigo manter um, quanto mais dois! :) Mas vou pensar nisso :)

      Eliminar
  2. Há uns anos não conhecia o teu blog (quase nenhuns para ser sincera), mas hoje faço parte desse grupo de pessoas que passa regularmente por aqui. E gosto.Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Coloquei a mesma questão há uns tempos, mas agora estou-me nas tintas. Não posso atacar ninguém directamente ou falar mal da chefe ou da empresa, mas isso faz com que eu tenha de me preocupar em escrever coisas mais genéricas, em não atacar pessoas ou situações específicas, mas dar a volta aos assuntos de modo a falar deles na mesma. Boa Sorte e espero que encontres uma solução :)

    ResponderEliminar