sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Das corridas... - I

Quando me perguntam por que motivo corro, tenho muitas dificuldades em explicar.

Comecei a correr há uns meses. Sempre fui lontra assumida. Era aquela pessoa com uma média espectacular no liceu e com um 10 (por favor...) a Educação Física.

Tive uma ou outra fase em que tentei dedicar-me ao ginásio. Sempre sem sucesso.

Mesmo a minha relação com as corridas é muito intermitente. Em parte por motivos que não interessam nada, mas, sobretudo, porque não consigo criar em mim esse hábito, essa rotina.

Mas hoje vou correr porque preciso mesmo. Preciso de espairecer, de descarregar energias, de descomprimir. Meto os fones nos ouvidos, a música bem alto, e só páro quando não aguentar mais.

Hoje corro porque estou a ter um dia daqueles e preciso desesperadamente de uma recarga de endorfinas. Simples, assim.


5 comentários:

  1. Respostas
    1. Já sei, a tua solução passaria certamente por uma garrafa de Lambrusco... Mas eu estou em contenção de calorias. Um dia vens comigo e percebes :P

      Eliminar
  2. Boa corrida (eu também era uma lontra assumida mas desde que conhecia a salsa, a kizomba e a zumba que não quero mais nada)! Beijinhos.

    www.viajarso.blogspot.com

    ResponderEliminar