quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Dos dias que passam...

Estamos no fim de Fevereiro e a minha situação para este ano ainda não está decidida. Continuamos em discussões e negociações, em que na verdade não se negoceia muito, mas em que se vai alinhavando o meu futuro.

Estou menos desanimada. Estou mais resignada.

O que não é exactamente positivo.

Perante a pergunta se há alguma coisa na minha vida em relação à qual eu não esteja, neste momento, simplesmente resignada, a resposta é não. Não há.

E isso não é positivo.

Mas é só uma fase. Digo eu. Para me convencer a mim e, quiçá, aos outros,

Estou a dois dias de (não) fazer anos. E nunca me senti tão desanimada em relação a esse acontecimento como este ano.

Em anos anteriores, eu preparava tudo com meses de antecedência, eu delirava, eu pensava nos convites, eu pedinchava presentes, eu decidia a ementa e a decoração atempadamente.

Este ano? Não preparei nada, não pedinchei nada, não pensei nada. Decidi a ementa hoje, só porque não tinha outra opção se queria garantir que os amiguinhos do Continente entregam as coisas lá em casa Sábado de manhã.

Não, definitivamente estar resignada não é positivo.

Sem comentários:

Enviar um comentário