terça-feira, 5 de agosto de 2014

Da educação no nosso país...

Digam o que quiserem. Que os professores são uns pobres de Cristo. Que não têm condições. Que têm cada vez mais alunos. Que as escolas caem aos bocados. Que os cortes são mais que muitos. Digam o que quiserem e eu aceito.

Mas na prova de avaliação que lhes foi feita houve 63% que deram erros ortográficos na elaboração de um texto (dados do Público). Sessenta e três por cento dos professores avaliados nesta prova não sabem escrever português correctamente.

Assim sendo, quem é que me explica que são estes os professores que queremos para os nossos filhos/irmãos/primos/vizinhos? 


Um dois três, diga lá outra vez...