segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Do meu estado actual...

Live from my kitchen...


Cheguei a casa com uma neura tremenda. Juntem um dia idiota de trabalho, a sentir-me injustiçada, com sair mais tarde, com frio e chuva e eu de sabrinas e saia, com vinte e cinco minutos à espera do autocarro. Juntem a tudo isto a TPM no seu auge. Misturem bem. E têm uma Agridoce com vontade de matar pessoas e chorar baba e ranho.

Mas não há como a minha casa e as minhas pessoas. Enquanto espero pela lasanha de frutos do mar, bebo o meu vinho, e oiço a galhofa lá dentro, sinto-me, finalmente, preparada para dizer adeus a 2012.


Tenham um excelente 2013!

domingo, 30 de dezembro de 2012

Dos vestidos perdidos...


Um dos presentinhos deste Natal foi este vestido da Mango.
Sadly, veio no tamanho acima e está-me gigante.
Hoje, já fiz a primeira tentativa (falhada) de tentar trocá-lo.
Se alguém o vir por aí em S, avise por favor!

Das fotografias que dão alegria... - Day 365


E na sexta-feira o meu postalinho do PPC chegou!
Obrigada Berta!



sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Do bom que é ter uma família feliz...




Anda uma filha a criar um pai para isto...

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Do espírito de Natal...

Qual é o cúmulo do espírito natalício?

Eu, a andar pela rua, pelo metro e pelo autocarro, a cantarolar o Amazing Grace...

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Do Natal... - II

Eu sou uma pessoa do Natal.

Gosto do Natal. Vibro com o Natal.

Adoro o espírito, as luzes nas ruas, os presentes, as comidas e os doces que só como nesta altura, a família toda reunida.

Adoro. Semanas antes, já eu ando a pensar neste dia, já eu ando à procura do presente certo para cada pessoa, já eu estou preocupada com a logística, e a ementa, e o que fazer de doces.

Este Natal, o meu Natal foi diferente. Foi numa família que não a minha, mas que me recebeu como se fosse parte dela. Foi rodeada de cinco crianças, que cantaram e chamaram pelo Pai Natal à meia-noite. Incluiu andarmos às onze da noite na rua à procura de um sítio que servisse café - acabámos numa bomba da Galp. Incluiu Trivial. Muita comida, muitos doces, algum vinho à mistura. Foi um Natal feliz, em que me senti em casa. 

E estou grata por isso. Porque eu levo mesmo muito a sério esta coisa do Natal.

Infelizmente, como dizia o outro, "quando todos vão dormir, é mais fácil desistir, quando a noite está a chegar, é difícil não chorar". Adormeci a chorar, passei a noite com pesadelos, acordei a chorar. Numa altura tão feliz e tão importante para mim, estou triste, magoada, revoltada. Profundamente triste. O pior, é que é com quem não era suposto. As nossas pessoas não nos deviam deixar assim. Não deviam. As nossas pessoas deviam fazer-nos felizes. Com percalços pelo caminho mas, em última análise, deviam ajudar ao nosso bem estar, à nossa alegria. As nossas pessoas deviam acrescentar coisas boas à nossa vida. Apenas e só.

E é isto.

Agora, sorriso 37 na cara, pegar no saco dos presentes, e directos a casa dos meus pais, para o Natal - Parte II. Amanhã, tudo isto parecerá menos importante. Um dia, talvez já nem me lembre de nada disto.


segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Do Natal...

Que o vosso Natal seja muito feliz, junto de quem mais gostam, com muita comidinha e muitas coisas boas. Este ano, talvez haja menos prendas, mas acredito, cada vez mais, que o que importa mesmo é estarmos com os nossos e com quem nos quer bem. Sejam felizes!


domingo, 23 de dezembro de 2012

Do meu estado actual...

No cabeleireiro, para cortar uns bons quinze centímetros de cabelo.

É a minha prenda de natal de mim para mim.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Do meu estado actual...

Estou em modo semi-férias.

Agora, só volto a trabalhar dia 26. Yay!

Fabuloso, maravilhoso, mesmo o que eu precisava.

Agenda para amanhã?

- exame chato (o mais cedo que me consiga levantar da cama)
- Dolce Vitta (últimos presentes)
- Campus de Justiça (tratar de coisas)
- Supermercado (compras de última hora)
- CTT (levantar um presentinho)
- Loja de fotografias (encomendar fotos para outros presentes)
- Casa (embrulhar presentes, cozinhar, cozinhar, cozinhar)
- Médico (hora prevista da consulta: 21h... hora real: ninguém sabe)




Algo me diz que um dia mau no trabalho era mais fácil do que isto...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 354

Os preparativos para o Natal já começaram há duas semanas.
Já houve licor de canela, doce de abóbora e noz, 
uma tentativa (provavelmente falhada) de fudge, e, agora, chegou a vez dos bombons. 
Este ano, com novidades...


A primeira caixa está pronta a ser entregue amanhã...


Com o alto patrocínio dos Senhores IKEA, que criaram AS caixas
Super fáceis de fazer, super práticas, giras e baratas como se quer.
Altamente recomendadas por quem já se deu ao trabalho de fazer 
caixas manualmente no passado e agora está rendida.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Do estado deste blogue...

Este blogue sucumbiu ao abandono.

Meti-me no desafio fotográfico e aguentei meia dúzia de dias. Já sabia que não era boa ideia. A psicologia tem uma definição para isto, para as pessoas que se metem nas coisas só para poderem dizer que falharam. Eu sou assim.

Mas a verdade é que deixei de ter vontade de aqui vir. Deixei de me sentir à vontade para aqui escrever.

O que é mau. Muito mau. Qualquer pessoa que me conheça minimamente, sabe a importância que tem para mim, para a minha estabilidade, para o meu, poder escrever. Se não o posso fazer, falta-me uma parte de mim...

Mas é assim que estamos. 

Isso e o trabalho e o Natal e os presentes e os preparativos.

E a falta de vontade.

E a falta de vontade.

E a falta de vontade.

E o andar há demasiado tempo a conter-me. A acumular. A engolir. A respirar fundo. Já sei como sou. Já sei que um dia destes expludo e não vai correr bem.

(Eu avisei!)

Da minha assistente...


Cookinha: a certificar o envio de postais desde 2012.

(se aparecerem postais roídos, estão desde já justificados)

Das fotografias que dão alegria... - Day 353


Em modo Postais de Natal.
Se mais alguém quiser, tem exactamente trinta e sete segundos para se acusar.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 345

not so fast december pic - day 10_power


The power of nature.
Algures na Ericeira.

sábado, 8 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 343

not so fast december pic - day 8_craving


Ovos moles. Sempre. Não me canso de os comer.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 342

not so fast december pic - day 7_hope


Esperança.

Esperança de voltar a trabalhar com arte e antiguidades. Em breve. Tão em breve quanto possível. No meu espaço, de preferência. Ou noutro qualquer. Só quero voltar a estar rodeada de arte e antiguidades.

Nesta foto, uma chávena da Vista Alegre (1924-1947), que era da minha avó e da qual nunca me hei-de desfazer. Mais do que isso, se algum dia encontrar o resto do serviço à venda, trago-o para casa comigo. Pior do que isso, no antiquário onde estagiei e trabalhei, tivemos em determinada altura o serviço de café com esta decoração à venda. E eu deixei-o fugir... Se o virem por aí, avisem. Sou apaixonada por esta decoração. E sim, esperança também se aplica ao facto de eu achar que me hei-de voltar a cruzar com um serviço desta decoração.

Das fotografias que dão alegria... - Day 341

not so fast december pic - day 6_sadness (com um dia de atraso)


Sadness.

Tema difícil este. Muito difícil.

Por muito que me queixe, a verdade é que demorei muito tempo a encontrar algo para este tema. Há pouca (ou nenhuma) coisa verdadeiramente triste na minha vida.

Optei por esta foto da Lady. Porque sim. Porque tenho saudades, porque me custa, porque choro muitas vezes a pensar nelas. Porque me sinto verdadeiramente triste por pensar que não as voltarei a ver.

E é isto.





(Que raio de temas Marianne! Só para nos complicar a vida!... Ou será para nos acordar para a vida?)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 340


not so fast december pic - day 5_routine

Dos abraços que se oferecem...

Na estação do Rossio a AMI está a distribuir abraços. Eu fugi, confesso.

Não que não aprecie estas iniciativas. Que aprecio. Acho de louvar. E acho que se deviam dar mais abraços entre as pessoas. Acredito mesmo nisto.



Simplesmente, se alguém me abraçasse ali, naquele momento, eu ia desatar a chorar baba e ranho. E nem eu nem as meninas da AMI precisávamos de um espectáculo desses, convenhamos.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 339

not so fast december pic - day 4_glutony


Estava eu preocupada com o que poria aqui no dia de hoje, quando recebo este presente... Melhor é impossível!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 338

not so fast december pic - day 3_anxiety


Ansiedade. 

Ansiedade é uma palavra que condiz comigo. Em muitos aspectos. Sou uma pessoa ansiosa.  Que sou. Mas, perante a necessidade de escolher uma fotografia que represente a ansiedade, hesitei. Não sabia o que escolher. Eu própria fiquei ansiosa com a escolha de uma fotografia para representar a ansiedade.

Não querendo entrar por caminhos obscuros, optei por esta fotografia, tirada nos primeiros de vida da Cookie cá em casa.

E em que é que isso se relaciona com ansiedade? Em tudo. Eu não queria a Cookie. Não queria. Ponto. Mas cheguei a casa e ela estava encolhida num canto da cozinha. 700 gramas de gata com o ar mais assustado do mundo. 

E eu, combatendo a minha vontade, combatendo a minha ansiedade perante um destino que não era o que eu queria, deixei-a entrar. Sentei-me no chão com ela. Peguei-lhe ao colo. Dei-lhe as primeiras festas. E a ansiedade perante aquele ser indefeso que, desde então e até sempre, depende de mim, foi-se dissipando. Ficou apenas a Cookie.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 337

not so fast december pic - day 2_nostalgia


Nostalgia foi o que senti hoje ao (re)ver o Anjos e Demónios, e ao (re)ver Roma, e as ruas de Roma, e as igrejas de Roma... Roma é uma cidade a que, sem dúvida, gostaria de voltar.

sábado, 1 de dezembro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 336

not so fast december pic - day 1_happiness

Me @ Tate Modern

Há exactamente um ano atrás estava em Londres, a viver aquela que foi uma das semanas mais cheias da minha vida. Em muitos e diversos níveis.

Estive em Londres oito dias para participar num programa intensivo de Art Business no Sotheby's Institute of Art.

Foi uma semana de loucos, sempre a mil à hora, e comigo coxa a partir do segundo dia.

Mas foi em semana em que mais arte vi, em que mais aprendi, em que mais falei e pensei em arte. Foi mesmo uma semana de arte, arte, arte.

E há lá coisa que me faça mais feliz do que uma semana inundada de arte?...

Foi nesta semana que eu tive o privilégio de visitar as reservas da Tate, uma das experiências mais indescritíveis que já vivi. Não há palavras para descrever a sensação de estar ali no meio de milhares e milhares de obras dos maiores artistas de todos os tempos, ali ao alcance da nossa mão, abre porta, fecha gaveta, puxa estante, empurra estante, olháqui um Picasso, olháli um Monet, deixa cá encostar o nariz neste Seurat só para ver o detalhe do ponto... Sala após sala, porta após porta, sempre a deixar-me sem chão, quando eu achava que já não tinha mais chão para perder...

Sim, por muitos e variados motivos, esta semana em Londres foi uma das semanas mais happy da minha vida.