terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Das fotografias que dão alegria... - Day 28


Entrar no Atrium é sempre uma viagem ao passado.

E entrar no Atrium é sempre uma luta interior entre o meu bom-senso e a minha vontade louca de correr para aquele piano e tocar.

Este fim-de-semana voltei ao Atrium. Para um café rápido, muito rápido.

Um café rápido no mesmo local onde bebi tantos outros cafés. Onde almocei tantos outros almoços.

No mesmo local onde ri, conversei, possivelmente chorei.

Lembro-me de um dia, há dez anos atrás (mais mês, menos mês, mais semana, menos semana), em que fui lá jantar contigo. A dada altura, foste à casa-de-banho. Voltaste com uma escova de dentes descartável na mão, daquelas que se vendem (vendiam?) nas casas-de-banho dos centros comerciais. Queres ir dormir lá a casa?, perguntaste-me, com o teu sorriso que me derretia. E eu fui, claro. 

Nesse tempo, as coisas eram bem mais simples e só precisávamos de uma escova de dentes descartável para termos a certeza de que queríamos estar juntos. 

2 comentários: