quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Dos momentos da vida...

Contrariamente ao que eu pensava, o que marca uma separação não é o dia em que dizemos "adeus" ou assinamos uns papéis.

O que marca uma separação é o momento em que percebemos que o nosso coração se separou. Uma separação dá-se quando o coração o diz. Apenas e só. Pode ser antes do assinar dos papéis, pode ser (muito) depois. 

Por vezes, é quando menos se espera.

Por vezes, é o mais doloroso. E o mais libertador, também. 

É o momento em que se baixam os braços e se percebe que não há mais nada a fazer. É o momento em que se erguem os braços e se percebe que não há mais nada a fazer.

É o momento em que se chora porque se errou. É o momento em que se sorri porque se reconheceu o erro.

É o momento em que a tristeza nos domina porque chegou ao fim uma era. É o momento em que a felicidade nos domina porque muitas novas eras vão começar.

É o momento de andar para trás, de andar para a frente. De andar, simplesmente.

É o momento de pensar e repensar.

É o momento do fim e o momento do princípio.

Mas é só isso: um momento.

24 de Outubro de 2011




Estas palavras foram escritas há uns dias atrás. Os papéis foram assinados esta tarde. A separação, essa, já se deu há muito.

15 comentários:

  1. Oh, não contava com isto :(
    Como estás?
    Se precisares, estou aqui.
    Beijinho querida.

    ResponderEliminar
  2. Curioso ou não, o meu feeling dizia-me no último post antes deste, enquanto aguardava o retomar da "emissão", que seria esta a notícia. Aliás, já tinhas dado mostras que as coisas não estavam bem. É preferível desfazer uma relação, por mais que doa, do que estragar duas vidas. Uma nova fase na tua vida começou no dia de hoje. Desejo-te toda a sorte do mundo.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  3. Quem passa por isso é que sabe o quanto custa. Força para levares a tua vida para a frente.

    ResponderEliminar
  4. pelos teus ultimos posts já estava a prever isto, com muita pena minha... Que seja o início de uma nova vida, cheia de coisas boas! Um beijo muito grande e muita força (se precisares de alguma coisa nem que seja so de conversar berrar, espernear, estou aqui! ;)

    ResponderEliminar
  5. Deixo-te o abraço mais apertado do mundo.

    ResponderEliminar
  6. E assim se avança com a vida...
    Mesmo sendo o coração a ditar a separação, assinar papéis e reconhecê-la deve ser doloroso.
    Força.

    ResponderEliminar
  7. Dear Daisy: obrigada dear! Eu estou bem :) O tempo tem poderes mágicos! Um grande beijinho

    Luarte: minha querida, nunca te comento, mas leio-te sempre, sempre, e sei que andas por aqui. Já andamos nisto algum tempo e calculei que tu, tal como outras pessoas, podiam aperceber-se do que se estava a passar... Mais tarde ou mais cedo ia ter que falar disto aqui! E é mesmo isso: uma nova fase, um recomeço. Muito obrigada e um beijinho enorme!

    Jibóia Cega: custa, mas passa! Um beijinho e obrigada!

    Suspiro: eu sei que me entendes ;) E se for para os teus lados, vou cobrar a oferta para gritar e espernear! A vida continua, continua sempre. Beijinho querida!

    Opinante: obrigada :)

    Maria Bem me Quer: desculpa saberes assim... Queria ter-te dito de outra forma mas deixei de conseguir ler o teu blogue e não queria estragar o teu bom momento. Espero que estejas bem! Um grande beijinho

    Analog Girl: o assinar dos papéis não custou nada.. O momento em que percebi que era a decisão certa é que custou... Obrigada!

    ResponderEliminar
  8. Este texto diz tudo. Agora é só olhar em frente!

    ResponderEliminar
  9. Uma separação é sempre dificil, em qualquer contexto.. pelo que me resta esperar que estejas bem e deixar muita força para esta fase.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Chorei do princípio ao fim.. Tão doloroso, mas tão verdadeiro..

    ResponderEliminar
  11. Dina: nem mais. Em frente é o caminho :)

    Secret: estou bem sim, obrigada. O pior já passou!

    AMPC: agora já não é doloroso, só verdadeiro...


    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  12. não é somente um momento, é "o" momento, e é muito importante para que se possa continuar.

    bjs*

    ResponderEliminar
  13. Passado cerca de um ano, voltei a reler, e continuo a achar lindo... Importa-se que coloque no meu facebook, com a sua respectiva identificação como autora, claro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que não! E trata-me por tu! Depois envia-me o link :)

      Eliminar