domingo, 16 de outubro de 2011

Do meu eu actual...

Escrevo meia dúzia de linhas e apago. Estamos assim.

Já chorei qualquer coisita. Achei que era uma boa altura, numa noite em que só ia dormir 6 horas, perder duas a chorar e duas com insónias (também se chamam insónias quando acordamos e não dormimos mais? -  fica a dúvida).

E há bocado abri um mail e voltei a choramingar. Estamos assim. Na corda-bamba.

Não faz mal. Na verdade, não faz mal. Que isto é assim. Que sim, que é normal. Só não me perguntem como é que eu estou. A menos que estejam de galochas e impermeável, não me perguntem como é que eu estou.

Mas isto passa, senhores. Passa pois. E nos últimos dias tenho tido algumas conversas iluminadas que me ajudam a perceber o caminho a seguir. E ajudam-me a perceber que há decisões que tenho mesmo que tomar. Mesmo que custem para lá de muito.

A decisão número um, para já, é desligar isto e ir agarrar-me a qualquer um dos livros que estou a ler.

A decisão número dois é aprender a viver com o telemóvel desligado. Diz que sim, que é possível.

A decisão número três passa por amanhã (sem falta Agridoce Maria!) tratar de uns certos documentos que ali tenho e ir entregá-los no sítio devido.



E agora vou pôr a decisão número um em prática...

3 comentários:

  1. Ultimamente também ando muito chorona...

    ResponderEliminar
  2. Forcinha para levar a vida para a frente!

    Chorar faz bem, dizem que alivia ;)

    ResponderEliminar
  3. Nokas: um abraço para ti então :)

    Opinante: eu devia chorar mais, devia! Obrigada ;)

    ResponderEliminar