sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Do estado do mercado de trabalho...

É profundamente deprimente constatar a que condições as pessoas estão dispostas a sujeitar-se para poder ter um emprego. Nem é um emprego, é um estágio. E é assustador.

Isto está mau. Isto está mesmo, mesmo mau. Perdemos a nossa dignidade, o nosso amor-próprio, perdemos o bom senso e o discernimento. Qualquer coisa é melhor do que nada. E vale tudo.

O problema é que há sempre quem esteja disposto a tirar proveito do desespero dos outros... E isso choca-me profundamente.

A vontade de ter o meu negócio é cada vez maior. Sei que este ano vai ser duro mas também sei que as poupanças que acumulei nos últimos dez anos hão-de servir para alguma coisa. Este vai ser um ano de contenção. Mas daqui a um ano terei a tese feita e hei-de avançar com o meu projecto.

E se algum dia me virem a ser assim, se me virem a explorar, a abusar, a tirar proveito dos outros desumanamente, estão autorizados a chacinar-me em praça pública. E tenho dito.

7 comentários:

  1. Querida Agridoce, a perda da dignidade assusta-me verdadeiramente. E estou a ver tanta gente a perdê-la...

    ResponderEliminar
  2. O mais engraçado é que nem pões de parte essa hipótese! :|

    Boa!

    ResponderEliminar
  3. Turista: é isso mesmo, é assustador...

    Aflito: desculpa, não percebi. Qual hipótese?

    ResponderEliminar
  4. "explorar, a abusar, a tirar proveito dos outros desumanamente" :P

    ResponderEliminar
  5. Posso estar temporariamente insana... Nunca se sabe! Mas estão à vontade :)

    ResponderEliminar
  6. força.
    as vezes os tempos de crise são os melhores para abrir negócios.

    all the best

    ResponderEliminar