quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Da minha (in)sanidade...

Se eu não soubesse já que sou bipolar, hoje era o dia em que descobria...

Depois de dois dias de não fazer nenhum e de gozar a praia em pleno mês de Outubro, só me apetece chorar. Chorar, chorar, chorar. Chorar como se não houvesse amanhã.

E quem é que me entende? E quem é que me atura? Nem eu, senhores! Nem eu tenho paciência para mim, quanto mais fazer os outros aturarem-me!...

4 comentários:

  1. Olá!

    Só agora vi este post e ainda pensei antes de comentar, ams depois decidi dizer só uma coisa: também tenho dias em que só me apetece chorar, chorar muito, sem parar. e sabes o que faço? Choro! Porque é bom, porque limpa a alma, porque faz bem e porque me deixa aliviada!

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. O que a viciante aqui diz é bem verdade. Há dias em que o mundo parece desabar-nos em cima,e se não há mais nada a fazer senão chorar, chora-se, paciência.
    Quando estamos no fundo do poço o único caminho é para cima.
    Amanhã é outro dia.

    ResponderEliminar
  3. Depois do meu dia de hoje, nem forças tenho para chorar...

    Há dias assim... não faz de nós bipolares...

    ResponderEliminar
  4. Viciante e Analog: obrigada pelas vossas palavras. Infelizmente, tenho alguma dificuldade em deixar-me chorar... Mas tudo passa :)

    BrokenAngel: no meu caso, não há nada a fazer!

    ResponderEliminar