sexta-feira, 8 de julho de 2011

Do que eu gostava mesmo...

... era que os portugueses se empenhassem tanto em fazer este país andar para a frente como se andam a empenhar em entupir o mail e o site da Moody's.

Ou que se empenhassem em ir votar.

Ou que se empenhassem em ter mais civismo.

Ou que se empenhassem em fazer deste país, um país melhor.



Isso sim, é que era de valor.

2 comentários:

  1. Alguém dizer mal do nosso querido país não pode ser! Agora fazerem por isso e meterem mãos à obra é que está escasso!
    (estou a lembrar-me do episódio com a Maitê Proença, a histeria que foi por causa da mulher ter feito um programa de humor sobre Portugal, sendo que também não nos temos em grande consideração..)
    Beijos*

    ResponderEliminar
  2. O português é o primeiro a dizer mal do seu próprio país, mas quando são os outros já não gostam. Parece-me que o que o português sabe melhor fazer é mesmo falar, já agir está quieto.

    ResponderEliminar