segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Sonhos...

Lembrei-me agora que hoje sonhei contigo. E lembrei-me disso porque me lembrei daquela que era a nossa música. Já não me recordo ao certo do que sonhei. Mas sei que era contigo. De quando em vez sonho contigo. Sem perceber porquê. Não te vejo há anos e anos. Também não sei nada de ti há anos e anos. Lisboa é uma cidade tão pequena e tão grande ao mesmo tempo. Pergunto-me o que será feito de ti. Serás feliz? Pensarás em mim? Eu penso em ti. Penso no que vivemos. É inevitável. Aprendi tanto, cresci tanto, desde que as nossas vidas se cruzaram. Tu deste-me tanto, e tiraste-me tanto. Foste um ponto de viragem. Sem retorno. Foste. Não és. Nem serás. Mas...

Onde estás?

Sem comentários:

Enviar um comentário